A preparação física a partir de agora

Tempo de paragem é também tempo de balanço e de traçar objectivos concretos. Tenho de aumentar consideravelmente o volume de treino com acumulado de desnível, procurando manter o equilíbrio entre o aumento de carga e a recuperação necessária. A maneira mais simples em termos de logística é incluir rampas nos “longos”. A maneira mais pitoresca é fazer mais treinos em Sintra, o que interfere necessariamente com as rotinas familiares.

Além disso tenho de levar a sério as séries. Obrigatório um treino de séries por semana. É nas zonas rolantes que consigo recuperar das minhas lentas subidas e muito lentas descidas. Não posso perder velocidade. Não só pela velocidade mas pela confiança que dela resulta. Espero conseguir fortalecer o trote nas subidas e relaxar um pouco nas descidas mas conheço a matéria de que sou feita e ganho mais em trabalhar comigo do que contra mim.

Sendo assim, acho que não consigo evitar em breve um dia adicional de treino de corrida por semana. Haja boa vontade da parte de quem segura as pontas lá em casa enquanto eu ando a gastar solas de madrugada.

No Verão, contarei ainda com a natação na praia e na piscina para melhorar a capacidade respiratória e para redistribuir o esforço musculo-esquelético. E porque gosto de nadar. Voltamos sempre ao mesmo: o treino tem de dar gozo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s