números concretos, que a filosofia de bolso não chega

Nos últimos 6 dias corri todas as manhãs, um total de 91,1 km e 2205 m D+. O treino longo em Sintra ainda está reservado para sexta-feira, isto foram voltinhas pelas redondezas. Tudo a correr bem, esta running streak continua até ao final da próxima semana e será sempre acompanhada de reforço muscular e de yoga para desmoer.

Pontos positivos: ter ido sempre treinar, mesmo quando não apetecia; a boa resposta muscular e cardiovascular; não haver estragos, vulgo lesões, o que é um bom sinal tendo em conta que não estou habituada a acumular esta quilometragem sem dias de descanso.

Pontos negativos: lentidão extrema (ai, os tempos de corte…); alguma fraqueza nas subidas mais inclinadas; e OBVIAMENTE ainda estar aquém dos objectivos de distância e de desnível numa fase de pico de preparação para uma prova como o UTAT.

Para além da ida a Sintra, na próxima semana vou estar no Minho. Por um lado, o que não faltam lá são montanhas – com jeitinho, faço parte do percurso do Grande Trail da Serra d’Arga. Por outro lado, terei sempre compromissos familiares. O foco tem de estar não só na qualidade mas também na quantidade, não há volta a dar. Não será por falta de determinação que descuro o treino nestas últimas semanas.

Advertisements

3 thoughts on “números concretos, que a filosofia de bolso não chega

  1. Regresso em grande! É normal que te sintas com pouca força, estás a meter muita carga! Depois do tappering isso vai tudo ao sitio e fica afinadinho. Bons treinos aí por cima!

    Liked by 1 person

  2. Determinação, resiliência e espírito de sacrifício, para além de palavras bonitas, são coisas que tens de sobra para juntar a tudo o resto que pode ou não estar a faltar, no meio de tanto ciclone e tempestades de areia que a vida vai lançando.

    Se isso, a par da carrada de treinos possíveis e impossíveis que tens inventado te levarem à linha de partida, depois o resto é todo um novo baralho de cartas que te vai ser dado para jogares, pelo meio de amigos e montanhas de Marrocos e que, independentemente do resultado, será sempre uma jornada para a história.

    Pelo meio, se partilharmos uns kms e desnível, será um prazer ajudar a vizinhança que corre a sério.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s